Viagem a Buenos Aires

Débora & Magno
0
nov. 19/11

Todas as Fotos

07 de Novembro de 2011
Partimos 12h30PM da rodoviária de Foz do Iguaçu para Buenos Aires pela empresa Crucero del Norte. Foi uma viagem muito confortável, todas as poltronas eram leito, muito espaçosas… Fizemos uma primeira parada próximo a fronteira para verificar a documentação brasileira e logo em seguida uma segunda parada para entrar na Argentina, verificar bagagem, carimbar passaporte, etc.

Após esse processo, atravessamos a fronteira e fomos apreciando o caminho, o interessante é que a Argentina é um país muito arborizado, tem muitas madeireiras, muitos bairros simples porém sempre bem arrumados.

Nos informaram que o jantar e café da manha estavam inclusos. Não estávamos muito crédulos com relação a estas refeições, ainda mais dentro do ônibus. Após apreciar um belo pôr do sol, nos entregam uma bandeja cheia de coisas e logo em seguida uma segunda bandeja com o prato principal, e para acompanhar um delicioso vinho argentino. No final do jantar, é servido um espumante também argentino delicioso. Fizemos até amizade com o “Fabian Reggae” que também participou do brinde. Depois de tanto comer e beber, apagamos e acordamos apenas com o café da manhã, farto naturalmente. E após 18h de viagem – que da forma descrita passam despercebidas, chegamos a Buenos Aires, no bairro Retiro.

08 de Novembro de 2011
Chegamos as 6 da manhã no Hotel, deixamos as malas no mesmo(pois o checking só poderia ser realizado as 15h00), agendamos um city tour para as 9h(depois descobrimos outro muito melhor e com ônibus aberto) e fomos fazer um reconhecimento do bairro de Recoleta. Com muito verde e árvores repletas de cores, um shopping perto – onde tínhamos nosso wifi for free, bares, museus e um cemitério tão bonito que faz parte do circuito turístico. É onde está sepultada a Evita e também as famílias mais nobres e antigas da região.

Retornamos então ao Hotel para fazer o city tour. Após pegar as pessoas nos hotéis, começamos a conhecer aos principais pontos turísticos da cidade.

Alguns pontos turísticos: Metro, Praça de Maio, Casa Rosada(próximo estava rolando um protesto do MST – Movimento Socialista e Trabalhista, com policiais próximos), obelisco ao fundo;

Outros pontos: Estádio Boca Juniors, Caminito – com suas cores gritantes, tango em caminito, Porto Madero, Puente de La Mujer.

Almo/Jantamos em Porto Madero, voltamos para o Hotel para fazer o checking, pesquisamos o que se tinha pra fazer na cidade e descansamos para o próximo dia.

09 de Novembro de 2011
Tomamos um café da manhã reforçado no Hotel(incluso) e fomos caminhar pela cidade. Também pegamos os vouchers de um show de tango que tínhamos direito para ver a noite. Abaixo, fotos do bairro Recoleta com cabines “superman like”, igrejas, shopping, praças, estátua Evita e o Museu de belas artes

Caminhamos até o Centro, passando por Museus, praças, Obelisco(famoso simbolo da cidade), Café Tortoni(antigo café, bem tradicional, também promove shows de tango) e pegamos até um incêndio rolando naquele momento, e sendo televisionado.

Nos dirigimos para a casa de tango “Sabor a Tango“. Fizemos uma aula rápida de tango para entrar no clima e o inusitado foi um rapaz pedir sua namorada em casamento neste exato momento!

Nos dirigimos então para o espaço “Voz Tango” onde iria rolar o tão esperado show de tango. Enquanto esperávamos, pedimos uma entrada leve e um bom espumante. Infelizmente não pudemos filmar nem tirar fotos do espetáculo. Contudo, consegui algumas fotos na internet as quais publico aqui. O Show foi fantástico, muito além do que esperávamos, com uma sensualidade latente e despojada de pudores, voltado às raízes do tango(que surgiu nos cabarés). Uma agradável surpresa!

10 de Novembro de 2011
O dia amanheceu com o céu bem azul e iluminado, conforme apontava a previsão e decidimos fazer o city tur com onibus aberto($70,00 – pesos argentinos ), com suporte a 10 linguas, bem melhor que a Van que pegamos no primeiro dia! Com ele percorremos todos os pontos turísticos de Buenos Aires, e como ele é aberto, da pra tirar fotos numa boa(a van era fechada e ainda estava com os vidros sujos). Passamos novamente no Centro – obelisco, casa rosada, ainda havia resquícios do incêndio, escultura em homenagem ao trabalho dos imigrantes, e um pequeno espaço abaixo de uma ponte em memória aos mais de 30.000 desaparecidos durante o período militar(de 1976 a 1984).

Fotos do estádio boca juniors – reparem que o simbolo da CocaCola é preto e branco, tiveram que mudar as cores pois o vermelho e branco são as cores do seu arqui-inimigo River Plate. Vimos o cientista do filme de volta para o futuro ;), Igreja Russa, Caminito, Cassino em porto madero. Também pegamos um transito dignos dos de sampa.

Foto do salão de artes visuais, foi o primeiro lugar que o tango foi apresentado oficialmente, descemos para uma caminhada nas praças, dentre elas destaca-se a do Rosedal, excelente para casais apaixonados

Voltamos ao onibus, e descemos em chinatown. Mas não se compara aos chinatown’s dos EUA. Chegando a noite, batemos mais algumas fotos, descemos do bus para descansar um pouco no hotel e jantamos em recoleta mesmo, um belo bife de chorizo, depois voltamos para descansar.

11 de Novembro de 2011
Nosso teoricamente último dia em buenos aires, caminhamos para o Jardim Japonês, mas no caminho fui colocado de castigo no “cantinho da obediência”. Depois vimos os caras que passeiam com os cachorros – profissão bem difundida aqui – este tinha 19 cachorros(pela lei só poderia no máximo 8 ou 10, mas não respeitam). Chegamos então no destino, muito bem cuidado por sinal e la vai foto!

Pegamos um táxi – na Argentina é bem em conta – e fomos para o cassino, pois teríamos que estar no aeroporto as 15:00. No cassino – diferente de Las Vegas – não é permitido tirar fotos, demos um jeito ainda de tirar algumas escondidas. O Cassino é composto na verdade por 2 barcos, mas ao entrar você não percebe sequer algum movimento, e nada lembra um barco.

Chegada a hora de dizer adeus, nos dirigimos ao aeroporto, e depois de algumas horas sem posição da empresa pluna, ficamos sabendo que todos os vôos foram cancelados e seriam remarcados para a manhã do dia seguinte. Passada a indignação, aproveitamos a oportunidade para sair a noite aos lugares que ainda não tínhamos ido, pelo centro e porto madero, onde vimos a casa rosada numa iluminação deslumbrante! O interessante aqui é que o trem parece não ter prioridade alguma com relação aos carros, não tem sequer uma cancela, surreal!

Estava mais uma bela noite de lua cheia, perfeita para fotos. Jantamos bem – tiramos a famigerada foto do 11/11/11 11:11:11PM, e fechamos a noite nos acabando de dançar na danceteria Asia de Cuba. Finalmente nos dirigimos ao aeroporto(onde tínhamos deixado as malas já) no horário certo e com isto, aproveitamos mais uma noite em Buenos Aires sem gastar com Hotel, deixamos para dormir na volta, afinal de contas, férias não são moleza não, certo?! ;)
Um último ponto é que em Buenos Aires tem um aeroparque(vôos mais curtos) e um aeroporto(maior e mais afastado). Quase nos dirigimos ao Aeroporto(40 KM de onde estávamos), quando o correto era ir ao Aeroparque(bem próximo de onde estávamos), então é bom se atentar a esse “detalhe”.

Concluindo
Buenos Aires faz jus a reputação de ser um pedaço da Europa nas Américas. Não tivemos problemas em nos comunicar com eles, pois em todos os lugares que fomos, ao perceberem que somos brasileiros, começam a falar lentamente e fica tranquila a comunicação. Uma coisa interessante na cultura deles é o patriotismo. Disto sinto falta e lamento que o Brasil só se sinta nacionalista em épocas de copa do mundo. Outra coisa bacana é a sensação de segurança que temos ao caminhar nas ruas(tem pequenos furtos como em qualquer cidade grande do mundo). As pessoas tentam levar uma vida bem saudável, as praças ficam repletas de pessoas caminhando e fazendo cooper, então é difícil ver pessoas acima do peso por la. Adoramos a nossa viagem, e definitivamente é um destino recomendado.

Be Sociable, Share!

Leave a Reply